DT-Leigos---Top-Post-

O Design Thinking é uma forma de pensar. É um modelo mental (mindset) para resolver problemas buscando soluções inovadoras e que ofereçam mais valor para as pessoas.

No mercado atual é uma resposta para as empresas se renovarem e sobreviverem frente às constantes mudanças.

O Pensamento

Através do Design Thinking – para resolver um problema ou criar um novo produto/serviço, não se pensa direto em buscar uma solução final, mas sim, em compreender as pessoas envolvidas, seus problemas e seu contexto. O foco é o ser humano, o problema e o seu contexto.

Com isso, o intuito é aumentar as perspectivas de visualização deste problema/pessoa e então oferecer uma solução mais assertiva (e que oferece mais valor).

Suponha que uma empresa está com um problema, o custo muito elevado:

  • No pensamento convencional, o objetivo será tomar ações para reverter o custo alto. Como, por exemplo, demitir funcionários, mudar fornecedores, alterar preços, entre outras possibilidades.
  • No pensamento do design thinking, o primeiro passo será compreender melhor este problema e os envolvidos. Assim, as ações podem ser completamente diferentes das convencionais Como, por exemplo, ao invés de demitir funcionários, oferecer um serviço complementar ou reaproveitar as sobras desperdiçadas.

Foco nas Pessoas

O olhar principal do Design Thinking sempre se volta para os seres humanos. Todos os produtos, serviços ou afins existem para que uma pessoa faça benefício deles.

Nesse caminho, essa abordagem busca criar focado ao ser humano para atender essas necessidades e problemas, despertando interesse e desejo de forma genuína.

Para isto é estimulada a empatia, habilidade de compreender os sentimentos e emoções de outra pessoa de maneira a possibilitar uma conexão com ela e o seu “mundo”.

Na Prática

A inovação tende a ser um projeto caro e arriscado que pode levar ao sucesso ou ao fracasso.

Com isso à vista, a experimentação vira um fator fundamental que permite testar o retorno e eficácia de uma inovação antes de um grande e completo investimento.

Assim, no Design Thinking também é aplicado a prototipação. A materialização das ideias de uma forma rudimentar, preferencialmente rápida e barata.

Quanto mais rápido as ideias se tornam palpáveis, mais cedo se pode avalia-las, lapidá-las e identificar a melhor solução. Isto economiza tempo e dinheiro investidos em uma ideia inviável.

Em suma:

“Na prática, o Design Thinking combina: A empatia para possibilitar um entendimento profundo das pessoas e seu contexto e um reenquadramento do problema; A criatividade para gerar novas ideias e soluções a partir dessa pesquisa; E a prototipação para conectar e testar ideias, proporcionando racionalidade para analisar as soluções.”

Esta área é um caminho amplo e cheio de possibilidades. Mas entender melhor os conceitos básicos, dá uma olhada na definição do assunto pelo presidente da MJV, a primeira consultoria de inovação do Brasil baseada nesta abordagem:

→→ E aí, gostou? O que mais você gostaria de entender sobre Design Thinking?


Não seja egoísta. Compartilhe:
0

About Carol Sonda

Designer por formação, design thinker e estrategista por paixão; é fascinada por desvendar problemas complexos através de um mindset de inovação.

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Acha que isso tem a ver com você ou sua empresa?

ENTRE EM CONTATO!